Forgot your password?

We just sent you an email, containing instructions for how to reset your password.

Sign in

  • Segunda-feira de Carnaval em Ondina

    À francesa, ela desceu do camarote em que estava, foi ao encontro do curioso rapaz na balaustrada:

    - Bela vista! Apesar de ser noite (risos).
    - (risos). Desculpe, mas não estou aqui nesse momento.

    Apesar da fria recepção ela não desistiu e descontraidamente disse:

    - Vamos começar do início, Miss A., prazer! (risos).
    - Desculpe, novamente, não serei uma boa companhia hoje.

    Nova tentativa:

    - Você se desculpa demais, notou? (risos). - um riso meio sem vontade
    - Não é a primeira vez que escuto isso
    - Olha, não sei por que você está assim, nem quero saber, mas a verdade é que a vida é curta e você acabou de perder a oportunidade de ficar com uma pessoa no mínimo interessante. Só lamento por ti.

    Enquanto levantava-se lentamente, olhou por cima do ombro e percebeu que conseguiu o queria, como de costume. O impávido rapaz, como se tivesse levado uma porrada na cabeça, fez menção para chamá-la, respirou fundo, encheu-se de coragem e meio sem querer:

    - Eh, bom, sei que hoje não serei boa companhia, mas amanhã, é um novo dia e posso ser o rapaz que você esperou encontrar (risos) - dessa vez, quis sorrir

    Ela, que estava parada de costas, assim continuou, olhando por cima do ombro:

    - Humm! Mas carnaval é só hoje, amanhã, a essa hora, não estaremos mais aqui e...

    O restante da frase, ela não pode concluir, porque foi interrompida por um longo abraço, em meio à lágrimas e soluços:

    - Olha, não podemos ser namorados, na verdade, eu até tentei, juro que tentei, mas me apaixonei pelo garoto da locadora de filme, da barra. Nós acabamos de discutir, estou confuso e me sentindo culpado, por você...

    Agora foi a vez dela de calá-lo, com o dedo indicador em seus lábios, olhar dentro dos seus olhos, dar-lhe um beijo fraterno no canto da boca e dizer-lhe no pé do ouvido:

    - Não falaremos de dor, hoje é carnaval, nosso caminho será um só: a alegria de termos um ao outro, mesmo que como amigos.


    Se essa história acaba aqui, só a quarta-feira de cinzas irá dizer...


    créditos da imagem: http://osirmaosbacalhau.wordpress.com/2011/04/14/noite-de-carrossel-bacalhau/
    • Share

    Connected stories:

About

Collections let you gather your favorite stories into shareable groups.

To collect stories, please become a Citizen.

    Copy and paste this embed code into your web page:

    px wide
    px tall
    Send this story to a friend:
    Would you like to send another?

      To retell stories, please .

        Sprouting stories lets you respond with a story of your own — like telling stories ’round a campfire.

        To sprout stories, please .

            Better browser, please.

            To view Cowbird, please use the latest version of Chrome, Safari, Firefox, Opera, or Internet Explorer.